Dia Mundial da Saúde: Os motivos da data e razões que fazem a saúde ainda merecer atenção especial

Neste mês de abril, mais especificamente dia 7, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora os 75 anos de criação da Organização Mundial da Saúde (OMS) que também marca o Dia Mundial da Saúde. Esta data foi escolhida por se tratar da data de criação da OMS, e com a ela a difusão de ações práticas e informações para garantir saúde pública de qualidade e bem-estar para todos os povos de todo o mundo, especialmente os mais vulneráveis.

Neste ano a OMS celebra a erradicação de várias doenças, em algumas regiões específicas como nas Américas, e apresenta os novos desafios para combater os males à saúde dos povos, que serão os desafios da instituição durante seus próximos anos de existência. Confira a seguir quais são e o que você pode fazer para ter uma vida mais saudável.

Doenças não Transmissíveis

O tema da jornada de 2023 da OMS é Saúde Para Todos, e o maior desafio para entregar essa qualidade de vida para os seres do mundo identificado agora é o combate às Doenças Não Transmissíveis. Um grupo de doenças que não são causadas por infecções, mas resultam como consequência de maus hábitos praticados a longo prazo e exigem tratamentos e cuidados especiais. São elas cânceres, doenças cardiovasculares, diabetes, doenças pulmonares crônicas e ainda lesões e saúde mental.

Melhorar hábitos

Alguns hábitos, se evitados, podem melhorar a qualidade de vida, saúde e bem-estar da população. Alguns deles são: tabagismo, uso nocivo de álcool, inatividade física e ingestão de alimentos não saudáveis são efetivos na redução de fatores de risco comuns. Difundir essas ações é responsabilidade de nós profissionais da saúde e outros atores sociais como educadores e o poder público como um todo.


Atenção primária

A atenção primária de saúde busca ser o ponto de contato entre o paciente e o sistema de saúde pública. A vasta oferta deste serviço para a população busca diminuir as desigualdades de acesso à saúde geradas pelas diferenças sociais, e costuma atender de 80% a 90% das necessidades de saúde de uma pessoa ao longo de sua vida. É um atendimento muito focado na promoção de saúde, com orientações sobre bons hábitos alimentares, por exemplo, prevenção de doenças, e tratamentos. No Brasil a atenção primária é desenvolvida com o Programa Saúde da Família.


As realidades no Brasil e em outros países são distintas, porém garantir que especialmente os mais vulneráveis terão acesso à saúde de qualidade para alcançar qualidade de vida é o que motiva todas as ações da Organização Mundial da Saúde.


Todos nós médicos e demais profissionais de saúde temos a missão de exercer nosso papel com excelência para criar um ambiente mais saudável para a população.

Você também vai gostar de ler

Vesícula Inflamada: Saiba como identificar e realizar o tratamento.

Leia Mais

Benefícios e vantagens da cirurgia minimamente invasiva

Leia Mais

Março Azul Marinho: Vista a Prevenção Contra o Câncer de Colorretal

Leia Mais