Descubra o que fazer em casos de entalos pós-bariátrica

Uma situação comum entre pessoas com bariátricas, logo após a cirurgia, é sentir que o alimento parou a caminho do estômago. Os entalos pós-bariátricos são quase impossíveis de evitar, mas, com o tempo, ficam para trás. Essa situação ocorre por vários fatores. A primeira delas é a redução do tamanho do estômago, acompanhada de possível modificação no intestino. Além disso, antigos hábitos alimentares, como comer rápido e porções grandes, são verdadeiros vilões nessa hora.

SINTOMAS

Entre os principais sintomas envolvendo os entalos pós-cirurgia bariátrica estão salivação excessiva, náuseas e vômitos e dores no peito, estômago e na garganta.

O QUE FAZER

Caso algum alimento tenha ficado entalado, a orientação é manter-se calmo. Levantar-se da mesa, procurar respirar de maneira calma e profunda. O alimento seguirá o caminho naturalmente. O importante é adotar novos hábitos como: diminuir a quantidade de alimento e mastigar bem antes de engolir.

PREVENÇÃO

É difícil prevenir os entalos no início, uma vez que envolve tanto os hábitos alimentares antigos quanto a modificação do intestino após a cirurgia.

Porém, é possível inserir novos hábitos na hora de comer. Ao sentar-se para almoçar ou tomar um lanche, leve à boca pequenas porções. Para ajudar, vale usar talheres de sobremesa no início, dosando melhor a quantidade de comida. Mastigue bem os alimentos, sem pressa e dê uma pausa entre uma garfada e outra.

DIETA PÓS-BARIÁTRICA

Além disso, no pós-cirúrgico é essencial seguir à risca as fases da dieta pós-bariátrica, que começa com a líquida clara, que basicamente para hidratar e readaptar o estômago à alimentação, depois segue para líquida completa, cremosa, pastosa até chegar à alimentação convencional.

Essas fases são indispensáveis para o corpo, mas também para inserir novos hábitos na rotina. Por isso, também é essencial cumprir todas as etapas do acompanhamento multidisciplinar, com nutricionista, psicóloga e educador físico, como o especialista em cirurgia bariátrica Nicolas Lamas orienta desde o início do processo.


Você também vai gostar de ler

Doença Inflamatória Intestinal: DII

Leia Mais

O impacto do sono na saúde intestinal

Leia Mais

A segurança da cirurgia minimamente invasiva

Leia Mais