O guia completo da Cirurgia Bariátrica

Deseja passar pelo procedimento da cirurgia bariátrica e não sabe nem por onde começar? Aqui neste post separei tudo que você precisa saber de primordial antes de entrar na sala de cirurgia.  

O que é importante adiantar é que a bariátrica não faz toda mudança sozinha, é preciso muita determinação do paciente e disciplina para alcançar os resultados desejados e mantê-los. Confira a seguir o que você precisa saber antes de decidir fazer a cirurgia bariátrica.

Equipe multidisciplinar

A equipe irá acompanhar o paciente em todo o percurso antes, durante o período de recuperação, e depois do paciente estar totalmente recuperado da cirurgia bariátrica. Cada fase tem sua complexidade e é muito importante que estes profissionais estejam ao lado do paciente para orientar cada momento. Pelo menos uma psicóloga, uma nutricionista, um educador físico e uma fisioterapeuta precisam estar incluídas nesse processo.

Pré-operatório

Se engana quem pensa que a cirurgia bariátrica faz a pessoa ficar magra. Na verdade, ela auxilia na perda de peso, o que faz a pessoa emagrecer e permanecer magra é a mudança de hábitos. Para adquirir um novo estilo de vida é preciso uma transformação de dentro para fora. O principal fator que fará a pessoa que fez a bariátrica permanecer magra é a inserção de exercício físico no seu dia-a-dia e reeducação alimentar, estes devem ser os principais esforços durante a preparação e após a cirurgia.

Pós-operatório

O paciente deve ficar atento a alguns sinais de alerta como vômitos constantes, dor abdominal, aumento dos batimentos cardíacos, febre e ainda se há inchaços (edemas) nos membros inferiores, qualquer um desses sintomas deve ser informado ao médico cirurgião imediatamente. Já no pós operatório imediato o paciente iniciará as caminhadas, devendo fazê-las por pelo menos 10 minutos a cada hora, já a atividade física será liberada a partir do trigésimo dia de pós-operatório.

Dieta

A dieta é uma das fases mais delicadas, e funciona em etapas. A primeira deve ser composta somente por líquidos e pode durar até 15 dias. A segunda fase é a dieta líquida pastosa, quando os alimentos são liquidificados e coados, esta deve ser seguida por mais  quinze dias. Já a última fase tem início no trigésimo dia de pós-operatório, quando o paciente volta a comer normalmente, claro, agora em muito menor quantidade, sempre mastigando bem os alimentos e comendo devagar.

O procedimento pode ser realizado por meio da CMI - cirurgia minimamente invasiva - que permite uma recuperação mais rápida, muito menos dor no pós-operatório, menor risco de infecção e é favorável à resposta imunológica do paciente. A bariátrica por CMI ainda apresenta uma taxa de insucesso de somente 0,23%.

Consulte um médico cirurgião de confiança para receber o atendimento adequado.


Você também vai gostar de ler

Carnaval e Saúde: Saiba como aproveitar a folia de uma maneira saudável

Leia Mais

Minha participação no XXIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica 2023

Leia Mais

A vida após a cirurgia da vesícula

Leia Mais